top of page
biópsia_home.png

Biópsia

      A biópsia é um procedimento cirúrgico que consiste na remoção de amostra de algum tecido do organismo.  Essa remoção pode ser parcial (biópsia incisional) ou completa (biópsia excisional).  O objetivo da biópsia no contexto oncológico é o envio de amostra do material para estudo pelo médico patologista e definição do diagnóstico.  A ele cabe fazer o diagnóstico histopatológico, definir as características teciduais, citológicas e moleculares que irão nortear o tratamento a ser proposto.  

       No contexto da oncologia cutânea e do sarcoma de partes moles

a biópsia, na imensa maioria dos casos, é realizada sob anestesia

local.  Em casos selecionados, exige-se um procedimento anestésico

mais elaborado e uma estrutura hospitalar com mais recursos.

        Ainda nesse mesmo contexto, as principais formas de realizar a

biópsia são: a biópsia incisional com bisturi, a biópsia excisional com

bisturi, a biópsia com punch (incisional ou excisional), shave, a core-biopsy e a punção aspirativa com agulha fina (PAAF).

        

Biópsia excisional com bisturi

    Consiste na remoção de toda a lesão suspeita e sempre que possível deve ser o método de primeira escolha.

         

biópsia_excisional.png
biópsia_incisional-png.png

Biópsia incisional com bisturi

 

     biópsia incisional consiste na remoção de parte do tumor.  

Nesse procedimento se utiliza uma lâmina de bisturi para a

remoção de fragmento tumoral que é enviado ao médico

patologista para emissão do laudo histopatológico.  

Punch

 

       O punch é um instrumento utilizado para a remoção de

fragmentos do tumor para análise histopatológica.  Essa remoção 

pode ser completa ou parcial a depender do tamanho do número

do punch e do tamanho da lesão.  Sempre que possível a remoção

completa está indicada, por ser esse um procedimento que

analisa a lesão em sua totalidade, permitindo assim

uma melhor escolha terapêutica e definição prognóstica.

punch.png
punch biopsia.png

Shave

         A biópsia, em casos selecionados, pode ser realizada

com um shave da lesão.  É um procedimento, simples, rápido, de

fácil execução e que pode ser realizado já no primeiro contato

com o paciente.  Não é um procedimento que adotamos na

nossa prática pelo risco de subestadiamento das lesões com a 

secção incompleta e necessidade de nova biópsia.

shave.png
Fig. Mayo Clinic

Core biopsy

     A core-biopsy é uma biópsia realizada com auxílio de uma agulha

especial que retira fragmentos de tecido tumoral através da pele.  

É um procedimento seguro, realizado sob anestesia local e de

elevada acurácia.  É o procedimento de escolha para o diagnóstico

dos sarcomas de partes moles. 

tru cut.png
paaf.png

Punção Aspirativa com Agulh Fina (PAAF)

 

    A punção aspirativa com agulha fina (PAAF) é um procedimento

muito utilizado na prática diária da oncologia cutânea e dos

sarcomas de partes moles.  Ela permite o diagnóstico

citopatológico.  Na oncologia cutânea sua principal função está

relacionada a confirmação do diagnóstico da metástase

linfonodal em linfonodos clinicamente suspeitos.  Na prática

diária dos sarcomas de partes moles, sua principal função está

baseada na confirmação diagnóstica da recidiva tumoral.  Sua participação no diagnóstico da lesão primária é pouco utilizada, pois ela nos oferece o diagnóstico citopatológico e o que precisamos para um melhor planejamento é do diagnóstico histopatológico.

Envie aqui suas dúvidas

Luiz Fernando Nunes

LEBLON | RIO DE JANEIRO

RUA CARLOS GÓIS 375 - SALA 601

(21) 2512-9667 

  • YouTube
  • LinkedIn
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
bottom of page